HELVÉCIO RATTON

Helvécio é mineiro e mora em Belo Horizonte. Estreou na direção filmando no hospício de Barbacena o documentário EM NOME DA RAZÃO (1979). Dirigiu A DANÇA DOS BONECOS (1986) e MENINO MALUQUINHO (1995), filmes que marcaram o cinema brasileiro por tratarem o público infantil com sensibilidade e inteligência. Na comédia de costumes AMOR & CIA. (1998), trouxe para o cinema a crítica social e o humor fino do escritor português Eça de Queiroz. Em UMA ONDA NO AR (2002), Helvécio se inspirou na história verdadeira de uma rádio pirata criada por jovens negros em uma favela de Belo Horizonte. BATISMO DE SANGUE (2007), baseado no livro de Frei Betto, trata de acontecimentos passados durante a ditadura militar no Brasil. PEQUENAS HISTÓRIAS (2008), se dirige à família e junta a moderna linguagem audiovisual com o estilo mineiro dos contadores de história. O MINEIRO E O QUEIJO (2011), é um documentário político e poético sobre o queijo Minas, considerado patrimônio nacional mas proibido de circular no Brasil. O SEGREDO DOS

DIAMANTES (2014) é o seu oitavo longa-metragem. Dirigido ao público infantojuvenil, conta a história de três garotos que buscam um tesouro do século 18.

Seja um associado

Seja sócio da Academia Brasileira de Cinema e participe da votação e da cerimônia de premiação mais importante do Cinema Brasileiro.