AUGUSTO CASÉ

Produtor de cinema e televisão, Augusto Casé iniciou sua carreira como platô do longa Dedé Mamata (1987), de Dodô Brandão. Em 1989, fundou a produtora Elipse Televisão e Cinema em parceria com Dodô Brandão, Juarez Precioso e João Paulo de Carvalho. De lá pra cá, se envolveu na produção de mais de 300 projetos audiovisuais, como documentários, especiais de televisão, musicais e longas-metragens brasileiros de diretores aclamados como Walter Salles, Cacá Diegues, Paulo César Saraceni, Eduardo Escorel, Lírio Ferreira, Monique Gardenberg, João Jardim, entre outros. Em 1998, fundou a Dueto Filmes com Monique Gardenberg e Preta Gil.

Dentre os trabalhos de destaque na TV, Casé traz no currículo a criação e produção do Conexões Urbanas (2008), De Perto Ninguém é Normal (2007), Ó Paí Ó, programa que levou o povo baiano para as telinhas da Rede Globo e foi indicado ao prêmio Emmy em 2009 e Cilada (2009), além de ser a primeira série de humor exibida pelo Multishow que se tornou, após seis temporadas, a de maior sucesso da TV por assinatura brasileira da época.

Em 2007, Casé fundou sua própria produtora, a Casé Filmes, que estreou no cinema produzindo a comédia Muita Calma Nessa Hora (2010), vista por mais de 1,5 milhão de pessoas. Em 2011, lançou o Cilada.com, que teve a maior bilheteria do cinema nacional do ano levando para as salas mais de três milhões de espectadores. No ano seguinte, foi a vez do E aí… Comeu? alcançar mais de 2,5 milhões de bilhetes.

No início de 2014, lançou Muita Calma Nessa Hora 2. Para fechar o ano, Os Caras de Pau estreou em 25 de dezembro e foi visto por 2 milhões de pessoas. Atualmente, além de lançar Depois de Tudo, prepara a série para a TV de E aí, Comeu?, além de diversos outros projetos futuros para o cinema.

Seja um associado

Seja sócio da Academia Brasileira de Cinema e participe da votação e da cerimônia de premiação mais importante do Cinema Brasileiro.